Pânico de abismo ou de ficar no escuro, tratamento

Pânico de atravessar a ponte ou a pinguela

Pânico de ficar em lugar escuro, pânico de sair na rua é o medo de muita gente que se apavora com a possibilidade de acontecer algo em algum lugar.

Sob o ponto de vista psicológico, a Doença do Pânico é um transbordamento da ansiedade na mente consciente da pessoa. Há autores que a descrevem como estando presente em pessoas que aparentemente são autônomas, independentes, assim como em dependentes e passivas. Quando elas sentem que algo ameaça sua segurança afetiva e vínculo afetivo com outros indivíduos significativos para a pessoa, surge um “curto-circuito” emocional, gerando os sintomas descritos, configurando a Síndrome ou Doença do Pânico.(portalnatural.com.br)

A maioria destes medos já começam ainda quando criança e imposta pelos adultos que ficam assustando: Olha o véio do saco; Vai ficar na sala? olha o bicho no escuro e assim por diante, mal sabem que estão martelando na cabeça da criança um medo que não existe e quando adultas, muitas delas não conseguem esquecer e acabam agindo como se fossem crianças e tem medo de tudo.

Por isso a dica é que nunca devemos assustar as crianças, ao contrário, temos que encorajá-las a não ter medo de ficar no escuro ou qualquer outro tipo de medo, mostrando que é natural e não tem nada que assuste, assim elas irão crescer com mais coragem.

Por: fskEm: 21 de novembro de 2008 | Em Saúde  | Tags: , , , ,  
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *